terça-feira, 9 de novembro de 2010

Prólogo de Uma Paixão

Era tarde, fria e sonolenta tarde, e decidimos sair e andar um pouco por entre as árvores do bosque que cercavam nossa casa.A densa neblina que cobria o topo das árvores tocaria logo o chão coberto de folhas secas e molhadas. Matéria orgânica na terra. Era outono.

Vestíamos casacos de pele, botas de couro, chapéus de caça comprados no estremo sul da Rússia. Andávamos de mãos dadas pela primeira vez em tantos anos.
Por entre as árvores, seguimos contando as antigas histórias de quando éramos jovens sonhadores. Jovens sonhadores, caçadores de recompensas estrelares e amantes dos atos errantes tão doce em nossas macias peles, em nossos rubros lábios.

Por entre sonhos, seguimos contando nossos passos, nossas vitórias sobre o mundo, sobre nossa travessia tortuosa pela imponente vida macabra dos rostos que, pintados, nos sorriram tantas vezes, e por trás, nos apunhalaram tantas vezes.
Por entre rostos, seguimos contando e lembrando daqueles que por nossa vida passaram. De todos que em nossa abençoada união, colocaram suas bênçãos, esperanças, que acreditaram que nós seríamos mais um dia, não mais um, mas aqueles que conseguiram.

Por entre árvores, sonhos e rostos nós seguimos, juntos, de mãos dadas, tão imponentes e intransigentes, grandiosos como o rei Sol. Nos juntamos a muito por acreditarmos que era possível viver, crescer, amadurecer, que era possível SER, verdadeiramente SER, o que tanto sonhamos ser, o que tanto desejamos ser. E o tempo nos diria.

E pelo tempo, aprendemos juntos que acabar é preciso, mas, não porque é o fim, mas porque o melhor de nós ainda está por vir, e que a parte que se encerrou foi só mais um capítulo de nossa longa história. O tempo nos mostrou que por mais que os outros tentassem, jamais destruiriam o que temos, pois como uma vez ouvi dizer “Para entender nosso amor, seria preciso virar o mundo de cabeça pra baixo”. E por mais que se tentasse vira-lo, ele jamais se curvaria diante a arrogância dos tolos.

Aos tolos, nossa maior platéia, ficam os agradecimentos por disseminarem nossa história. A nossa história, essa sim, escrita por nós, unicamente por nós, por nossas lembranças e doces momentos, fica um agradecimento especial a vida, ao
destino, a sorte, ao amor Divino, ou ao que quer que seja que tenha nos unido: sem essa força especial, estaríamos longe e infelizes procurando nossas metades em páginas da internet ou em cartazes nas ruas.

A você, meu amor, toda a minha felicidade. Que seja assim, de calmas e violentas ondas, de lágrimas e doces sorrisos, de emoções palpitantes e de amores dilacerantes. Que seja sempre seu meu melhor sorriso, meu mais puro olhar, que seja seu meu corpo e alma, minhas mãos e pernas, minha mente e boca. Que seja seu meu inteiro, metade que se completa com um beijo, que se enlouquece com um toque, que se mantém após a morte.

Que esse seja o prólogo de nossa história, de nossas vidas. Que seja esse não o melhor, mas o mais verdadeiro e cheio de amor que alguém já tenha lido.
E assim, por entre as árvores voltamos para casa, para nossa casa, de mãos dadas como nunca tínhamos feito antes, como dois loucos apaixonados. Ainda era tarde, fria e sonolenta tarde, quando voltamos por entre os as árvores do bosque que cercavam nossa casa. A densa neblina que cobria o topo das árvores logo tocou o chão coberto de folhas secas e molhadas. Matéria orgânica na terra. Era outono

10 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. bem diferente dos anteriores.. muito rebuscado, cheio de detalhes e significados.. o/ Congratulations.. ^^

    ResponderExcluir
  3. OI, muito bom o blog, gostei, ja estou seguindo, e tbm está na minha lista, vlw
    se quiser dar uma olhada n meu blog fico feliz ;P
    www.allbastards.blogspot.com vlw.

    ResponderExcluir
  4. valeu galera..
    Espero vê-los mais vezes aki no blog. :D:D
    Deivisson, eu passo sim no seu blog (:

    ResponderExcluir
  5. Chooorei *-*
    Liiindo demais, amei amei amei amei amei!

    ResponderExcluir
  6. Nata!!
    Onwt' que bom que vc gostou :D:D

    ResponderExcluir
  7. caramba bixo *--* , ao ler da pra imaginar cada cena descrita , mt foda de verdade (;

    ResponderExcluir

Fale aqui! ^^